Home Meus livros A DOR DE JOANA

dordejoana_comprarConheci Carolina Vila Nova em Curitiba durante o lançamento do seu primeiro livro sobre sua experiência empírica na Alemanha, onde viveu por longos seis anos. Li a sua obra com muito entusiasmo, pois foi na Alemanha que trabalhei como correspondente internacional e compreendi os contrastes culturais descritos por ela no livro. Achei o trabalho primoroso e de experiência bastante rica culturalmente. Quando eu soube que ela estava trabalhando em uma segunda obra, a pergunta que me veio à mente foi: e agora, o que Carolina está escrevendo? A continuidade do seu trabalho como autora terá a mesma força de um livro autobiográfico? Será que a escritora irá nos surpreender novamente em um próximo trabalho, desta vez em plataforma ficcional?
Pois foi exatamente isso que aconteceu. Carolina agora nos brinda com “A Dor de Joana” que conta a história de uma linda jovem que vive em um bordel numa pequena cidade perdida no meio do nada, no sul do estado de São Paulo. A personagem descrita na obra parece não viver, apenas existir. O fato de trabalhar em um bordel não a condena moralmente, mas mesmo assim seus dias são de dor e angustia por estar aprisionada em seu próprio passado. Apesar de seu estado adverso estar bem distante daquilo que almejava para sua vida, os dias seguem tendo ela apenas a sua sombra como testemunha da sua dor. Isso nos remete a frase do filósofo Jean-Jacques Rousseau que afirmou que todo homem nasce livre e, por toda parte, encontra-se acorrentado. É através do erotismo e do sexo que Joana procura anestesiar suas dores, talvez como uma forma de autopunição por não ter uma estrutura psicologicamente sedimentada que fosse suficiente para suportar a condição existencial que o destino lhe reservou. O drama em que Joana vive é contado em Flashback, ou seja, ela nos transporta ao passado onde ficamos sabendo toda a sua trajetória de vida e depois retorna, fazendo conexão com o tempo presente. Nesse contexto narrativo vamos nos deparando com personagens e situações dos quais, de alguma forma, vamos nos identificar. O enredo segue e nos surpreende a cada capítulo. A autora nos mostra que é possível fugir do lugar comum. Carolina Vila Nova consegue nos fazer mergulhar no universo criado por ela a ponto de querermos partilhar as emoções da personagem principal. Quando ela descreve que o barulho do vento instiga as lembranças de Joana, acentuando o seu sofrimento, realmente temos a sensação de estar ouvindo o som do vento cantando no canto da casa e a partir daí passamos a sofrer com ela. O leitor também se sente um pouco aprisionado e não vai querer parar de ler até saber qual será o destino da personagem central da trama que, sem dúvidas, é surpreendente. É por esta habilidade de conduzir uma história, com uma narrativa firme, que não sai dos trilhos, é que a autora irá conquistar, cada vez mais, os leitores que apreciam uma boa história. Ao que tudo indica a Alemanha perdeu uma cidadã e o Brasil ganhou uma grande escritora da nova geração.

Compre aqui a versão impressa ou digital (ebook)

Similar articles

Deixe um comentário


*