Home Constelação Constelação Familiar Sistêmica – Relato 9 – “Entre o casamento e a...

 

Um homem estava em dúvida sobre o assunto que levaria para a sua primeira constelação familiar sistêmica. Tanto o seu casamento, quanto a sua vida profissional não iam bem.

Logo que começou a conversar com a consteladora, esta dúvida foi colocada. A terapeuta pegou dois representantes e os nomeou, sem que o paciente soubesse: um para representar o casamento e outro para representar a vida profissional. Em seguida, colocou o homem no campo e pediu que ele escolhesse uma daquelas duas pessoas. Dúvida solucionada. Ele escolheu, mesmo que de maneira inconsciente, o seu casamento.

Para a surpresa daquele homem, a constelação mostrou que o problema do seu relacionamento era algo que vinha ainda de sua infância. Quando ainda criança, seu pai morreu assassinado, num dia em que o havia convidado para sair. Não tendo o acompanhado naquele dia fatídico, a dúvida sempre permaneceu: “E se eu tivesse ido com ele, teria evitado a sua morte? ”.

Paralisado pela perda do pai e a culpa que impunha a si mesmo, ele tinha perdido a sua capacidade de amar, tamanha dor que carregava pela perda brutal de seu genitor.

Toda a constelação mostrou que ele mesmo era a causa de seu relacionamento não estar sendo bem-sucedido. Aquele fato trágico em sua infância criava um nó energético em sua vida, onde o amor simplesmente parava de fluir.

Houve ali a liberação daquele momento, da dor e de toda culpa que sua criança interior levava com ele.

Tempo depois seu casamento melhorou, bem como a sua vida profissional. Muitas vezes, quando se constela um tema, pode-se melhorar também outros problemas, uma vez que a energia movimentada de um determinado assunto pode afetar positivamente toda a vida de uma pessoa.

Isto aconteceu há cerca de uma década atrás e hoje, este mesmo homem está se divorciando. Foram necessários anos para que estivesse pronto. E mesmo assim, por alguns anos, ele foi capaz de seguir bem com o seu relacionamento.

A constelação não segue as regras da sociedade ou dos desejos de alguém. Ela segue a alma das pessoas consteladas, bem como de suas 3 leis: a lei do amor, do pertencimento e da hierarquia. Leis que influenciam toda uma vida. E mundo afora, sabemos que um grande número de pessoas já vem se beneficiando de todo conhecimento, sabedoria e cura que esta terapia proporciona.

Sempre com amor, no tempo em que deve ser.

 

 

 

 

Mais informações em:

Sobre Bert Hellinger e a Constelação Familiar Sistêmica

http://www.berthellinger.com.br/

Profissional em São Paulo:

Alexandra Motta Vale (Psicóloga Clínica) CRP 06/45737

Fone: (11) 98115-4559 alexandramottavale@gmail.com

Campo Belo

 

 

Deixe um comentário

*