27 de outubro de 2015

Antes de partir

    O filme “Antes de partir” nos remete a uma infinidade de reflexões, considerando os diversos pontos-de-vista dentro da história e os variados aspectos de […]
27 de outubro de 2015

A porção de azeitonas

    Vivendo um momento desmotivado, até me obriguei a uma volta no parque. Sábado de sol, eu bem que merecia aquele momento. Mas é incrível […]
27 de outubro de 2015

O professor é de Marte e é pra lá que eu vou!

    Quando uma das colegas de classe citou a frase acima, eu tive mais um dos meus acessos de risos durante a aula do Professor […]
27 de outubro de 2015

Privilégio

   Após trinta dias vivenciando, provavelmente, as melhores férias da minha vida, eu estava prestes a voltar ao trabalho. Antes mesmo de iniciar este período, eu […]
27 de outubro de 2015

Missoshiru

  Já adepta à culinária japonesa, há poucos dias fui surpreendida por algo que nunca havia experimentado: missoshiru. Ainda me encontro decorando o nome difícil, porém […]
27 de outubro de 2015

Lei da atração

                Segundo Buda: “A lei da mente é implacável. O que você pensa, você cria. O que você sente, […]
27 de outubro de 2015

Contatos de quarto grau

    Confesso que filme de terror nunca foi um gênero de minha preferência. Mas logo no começo de minhas férias, fui convencida a assistir ao […]
27 de outubro de 2015

Procura-se um bipolar!

    Há mais de um ano meu querido psicanalista acredita que sou bipolar. Como não faço psicanálise realmente, o diagnóstico é uma possibilidade a ser […]
27 de outubro de 2015

Oliviero Toscani

                Há uns quinze anos atrás, assisti a um dos melhores programas do antigo Roda Viva (TV Cultura) que […]
27 de outubro de 2015

Dê uma espiadinha à sua volta!

    Acostumada à correria do meu dia-a-dia e de meus colegas de trabalho, quase não tenho muito tempo de olhá-los à minha volta. Meu local […]
27 de outubro de 2015

Vamos vida, me surpreenda

    Frase de efeito na rede, dentre tantas outras que passam por nós “mouse abaixo”, nos tocam alguns segundos e se esvaem de nossas memórias […]
27 de outubro de 2015

Vai escrever sobre o que?

“Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir”. Nada mais verdadeiro para quem escreve. Quando se escreve, também se extravasa, se […]