27 de outubro de 2015

Privilégio

   Após trinta dias vivenciando, provavelmente, as melhores férias da minha vida, eu estava prestes a voltar ao trabalho. Antes mesmo de iniciar este período, eu […]
27 de outubro de 2015

Missoshiru

  Já adepta à culinária japonesa, há poucos dias fui surpreendida por algo que nunca havia experimentado: missoshiru. Ainda me encontro decorando o nome difícil, porém […]
27 de outubro de 2015

Lei da atração

                Segundo Buda: “A lei da mente é implacável. O que você pensa, você cria. O que você sente, […]
27 de outubro de 2015

Oliviero Toscani

                Há uns quinze anos atrás, assisti a um dos melhores programas do antigo Roda Viva (TV Cultura) que […]
27 de outubro de 2015

Vamos vida, me surpreenda

    Frase de efeito na rede, dentre tantas outras que passam por nós “mouse abaixo”, nos tocam alguns segundos e se esvaem de nossas memórias […]
27 de outubro de 2015

Vai escrever sobre o que?

“Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir”. Nada mais verdadeiro para quem escreve. Quando se escreve, também se extravasa, se […]
21 de outubro de 2015

Cilada Tecnológica

  Atualmente tenho duas contas bancárias: uma em função da empresa onde trabalho e outra em função de um financiamento. A conta conectada ao trabalho é […]
21 de outubro de 2015

Anjinho

             Quando ainda morava na cidade de Sorocaba, há mais de dez anos atrás, me lembro de ter entrado numa escola […]
21 de outubro de 2015

Segunda adolescência

           Após quase vinte anos, escrever sobre a adolescência que se perdeu em meu caminho é um pouco dolorido. Quando vejo uma […]
20 de outubro de 2015

Extravagância

    Véspera de feriado, me peguei com o desejo de me permitir algum excesso. Certa do meu merecimento, cogitei comigo mesma a ideia de um […]
20 de outubro de 2015

O colecionador de figurinhas

    Esta semana me deparei com um acontecimento muito engraçado, que me levou a diversas reflexões e acontecimentos do passado. Meu chefe, mais de quarenta […]
20 de outubro de 2015

Nada é de papel

            Carl Jung já explicava que o sonho nada mais é do que a maneira de se comunicar do nosso inconsciente com o nosso consciente. Leva-se […]